Prometida para agosto, a parte final da lista de 100 MELHORES MÚSICAS DA DÉCADA DE 2010 do JESUS USAVA CHANEL finalmente está no ar /o/. Como estamos dando o kickstart na nossa temporada de listas de final de ano – que vêm aí listando melhores músicas, álbuns, acontecimentos e lançamentos no geral -, resolvemos começar por essa adiadíssima e quase esquecida lista que elenca as 25 músicas mais apetitosas da década passada.

Vocês realmente pensavam que não íamos inventar uma forma de capitalizar o atual cenário de greve dos caminhoneiros e intensa crise de combustíveis no Brasil? Pois bem, nossa central jornalística profissionalíssima do Jesusworechanel vem quebrar o ócio criado por decisões políticas duvidosas e desastrosas desse país com uma imperdível lista de 10 clipes para se assistir durante a atual conjuntura de dedo no cu e pouca confusão – já que não temos gasolina para isso – em que a Terra Brasilis se encontra /o/

Depois de certo atraso (por culpa do Lucas, que dessa vez havia gravado sua voz para o podcast usando uma batata, uma antena e muita fé), tá aqui o 4º episódio do podcast que não é preto nem rosa mas também está na sua área: JESUS USAVA CHANEL! Nesse episódios comentamos sobre grandes soberanas da música pop como BoA, Anitta, Pabllo Vittar e 9Muses – também comentamos sobre a finale da season 9 do Drag Race e botamos pra quebrar no nosso quadro É O TETO/NÃO É O TETO!

O JU2C chega na sua segunda edição sendo #testemunha de grandes acontecimentos no mundo pop do ocidente e oriente – e volta e meia também sendo testemunha de crimes auditivos hediondíssimos. Entre bombas e escândalos de substâncias pesadíssimas e ilegais, botamos a boca no trombone e viramos todas formadoras de opiniões relevantes e amargas a la Wendy Williams. Além disso também vamos contar nossos testemunhos sobre acontecimentos que deixaram a comunidade cinematográfica bem shook, como o filme “Raw”, que fez as veganas desse podcast quererem comer um dedinho e “A Cura”, uma trip insana e não muito prazerosa que apesar da descrição, não é a música da Lady Gaga.