“No Tears Left To Cry” é um R&B/dance sem grandes pretensões que, ao propor elevação coletiva de espírito, vocaliza satisfatoriamente as incertezas atuais: choramos e vivemos e sobrevivemos em meio ao inexplicável. Tensões políticas que refletiram tragicamente na carreira de Ariana Grande entralaçaram-se ao atual cenário de incertezas em boa parte do mundo, especialmente para mulheres e minorias, seu público-alvo.

Vocês não estão preparadas pra nova era ritualística e cabalística do JESUS USAVA CHANEL, que nessa semana traz o nosso primeiríssimo SPECIAL GUEST, Esdras Meneses, ou ESH, e um approach todo xamanístico para falar de entidades falecidas como as Spice Girls, AOA e a carreira da Nicki Minaj. Você quer Márcia Fernandes?