Começando as (atrasadas) listas de fim de ano do JESUS USAVA CHANEL, não podíamos deixar de fora um dos alicerces mais importantes da indústria musical: os videoclipes. 2020 foi um ano com visuais particularmente bastante diversificados, e nós aqui do blog visamos reunir nessa lista uma boa quantidade de artistas dos mais diversos gêneros e locais do mundo que dialogam com o que o público do JU2C geralmente ouve.

O mês de junho chegou ao fim (há bastante tempo), mas o JESUS USAVA CHANEL não esqueceu que estivemos no PRIDE MONTH, mês destinado a celebrar a visibilidade da comunidade LGBT por conta do 28 de junho: o Dia do Orgulho LGBT. A data existe por causa da revolta de Stonewall, algo que você lgbtzinho médio deveria saber bem do que se trata (e também do fato de que ninguém morreu lá), e nós, como um blog GGGG LGBT que somos, não podíamos deixar de comemorar o Pride Month com estilo, pompa e bastante atraso.

Segunda-feira é dia de JESUS RANKEIA, o único post que ainda sai com regularidade no JESUS USAVA CHANEL. E se você sente plena saudade de demorados rolês na Renner ou na Riachuelo em busca daquela camisa de linho listrada que é o uniforme oficial do LGBT moderno™ enquanto é embalado pelo som ambiente formado por deliciosas faixas synthpop que parecem ter sido geradas por inteligência artificial, bom… essa edição da coluna é pra você!

Na segunda edição do reboot do podcast do JESUS USAVA CHANEL nós rankeamos os melhores e piores singles da Morena Misteriosa de Honório Gurgel, com direito a uma lista completa de todas as colaborações da artista para nenhum fã dessa lendária personalidade colocar defeito! Além disso nós trazemos de volta o nosso bloco “É o Teto/Não é o Teto”.