CHANEL AWARDS 2020 – Resultados

Após um atraso de um dia para a demorada apuração dos milhares de votos da premiação, o CHANEL AWARDS 2020 está no ar com a sua incomparável lista de vencedores. A votação, que durou seis dias, contou com ampla participação do público do JESUS USAVA CHANEL e também da comunidade shitposter online, com o forte engajamento de fanbases das personalidades indicadas. Confira abaixo os resultados e porcentagens de cada categoria e até o ano que vem!

Rivalidade feminina boa é rivalidade que rende material e fanwar por mais de ano. E foi assim que Ludmilla vs. Anitta se consagrou como a Rivalidade Feminina do Ano no CHANEL AWARDS 2020 com 54,9% dos votos. Só não ficou muito claro se o público do blog tá do lado da Patroa ou da Rainha da Favela.

Sendo uma das categorias mais acirradas do evento, o prêmio de Desespero do Ano do CHANEL AWARDS 2020 acabou ficando com a Anitta em sua ecumênica (mas um pouco esquecível) colaboração com a Cardi B e Mike Towers em “Me Gusta”. A faixa bateu seus concorrentes com 38,3% dos votos em uma disputa cheia de reviravoltas e já consagrou a Anitta como uma das maiores vencedoras da noite.

Contribuições gráficas diversas deixaram esse ano um pouco menos desinteressante no âmbito da internet, mas a maior contribuição gráfica de todas e a vencedora do prêmio Obra Gráfica do Ano no CHANEL AWARDS 2020 foi a Manu Gavassi com seus milhares de estáticos segurando os Meus Prêmios Nick. A obra (ou série de obras) teve 48,9% dos votos e provou que em breve pode sair das telas e abraçar as exposições de arte e design pelo mundo.

A vitória mais esmagadora do evento veio no prêmio de Áudio do Ano do CHANEL AWARDS 2020 com o curto mas icônico fonograma “Meu, apaga isso” da Ygona Moura conquistando a nossa inexistente estatueta com marcantes 73,5% dos votos. Em live recente, o ícone virtual explicou o contexto desse áudio, entenda mais clicando aqui.

Com 51,5% dos votos, o prêmio de Shitposter do Ano do CHANEL AWARDS 2020 foi para @acervolay, a notável conta de acervo de vídeos e memes diversos da Lay Mundial. A vitória comprova a relevância cada vez maior das contas de acervos de webpersonalities no twitter e foi conquistada através do exemplar engajamento do perfil e dos fãs da Lay Mundial com a premiação.

A categoria de Vídeo do Ano do CHANEL AWARDS 2020 veio cheia de indicações incríveis e marcantes, mas quem conseguiu se sobressair mesmo foi o vídeo João Dória: Babylon, que levou o prêmio com 38,3% dos votos. O JESUS USAVA CHANEL gostaria de parabenizar o criador do vídeo, o usuário @ziggy_stardvst do twitter, já que não sabíamos da autoria antes e não o creditamos devidamente durante as indicações da premiação.

Terror da OMS, Ygona Moura leva a sua segunda categoria da noite, a Personalidade do Ano do CHANEL AWARDS 2020, com 44,7% dos votos. Essa é uma vitória esmagadora diante de cinco outras candidatas, e prova o reinado da Ygona em todas as bolhas e esferas sociais durante esse nosso ano pandêmico – ela inclusive empata com a Anitta como maior vencedora dessa edição da premiação.

Com uma concorrência dura mas uma vitória merecida, Aretuza Lovi e sua participação no festival Amstel Apresenta Live LGBT+ leva pra casa o prêmio de Acontecimento do Ano do CHANEL AWARDS 2020. A gata conquistou a categoria com 56,8% dos votos, derrubando o fundamentalismo religioso e o assédio moral no ambiente de trabalho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s