RADARJU2C: O que rolou em Outubro?

A nossa nova coluna RADAR JU2C é um fruto da preguiça e procrastinação dos mods do JESUS USAVA CHANEL que não conseguem cobrir todas as músicas sempre, ou porque temos sidejobs muito difíceis, ou porque estamos no eterno looping de perder o timing das coisas por pura falta de inspiração – e também o famoso fato de que alguns desses lançamentos não vão surtir engajamento suficiente pra nós neaaaaan. O RADARJU2C tem o intuito de pegar aqueles top 1500 da música pop em geral que esquecemos de falar daquele mês específico, ou aquelas outras gatinhas que foram ignoradas por nós, então já sabem que podem esperar muitas edições dessa coluna visto que estamos mal de texto né? ❤

No mês de OUTUBRO, nada muito importante aconteceu….além do fato da pandemia ter seu fim declarado por Inês Brasil em recentes stories, e a confirmação de que a OMS com certeza vai atrás dos genes da Lalay Mundial para desenvolver sua vacina contra o COVID-19 dado o fato que a mamãe nunca esteve de quarentena, e mesmo assim se provou imune ao vírus. No K-pop tivemos coisas bem borocoxôs tipo o comeback do BLACKSTONK com a sua propria Wake Me Up, que só nos rendeu mesmo uma polêmica da morta-viva Jennie Kim sexualizando o árduo emprego de ser uma enfermeira durante uma pandemia, mas também tivemos coisas bem decentes. 

A indústria musical também soltou seus prodígios para a guerra com músicas de Bebe Rexha, e a princesinha do r&b finalmente retornou com o incrível Positions – que eu ainda pretendo fazer um JESUSFORK sobre. E nesse nosso primeiríssimo RADAR JU2C vamos mostrar bem brevemente as coisas que passaram despercebidas das nossas lentes investigativas que tem sempre um compromisso com a verdade. Então vamos começar! 

Bebe Rexha – Baby I’m Jealous ft. Doja Cat

Com toda uma ambientação #chinesanorte-americana, uma das potenciais participantes da próxima edição do reality show A Fazenda, provou para nós que até hoje o impacto dos synths de Charli XCX, “Fancy”, existe. Ela quis fazer um hitzinho interessante, e a música até é decente, o refrão é chiclete o suficiente e mexe com temas um tanto pertinentes na contemporaneidade, né? Mas vamos ao que interessa meninaxxxxxxxxx, o fato da Doja Cat ter cuspido horrores – gostaram da tradução ? – no verso dela, soltando uma icônica frase: “EU ROUBEI SEU HOMEM”. A música também começa a marcar a personalidade Dojair Catnaro como a nova MC FEAT da indústria musical, estaria ela roubando o espaço da ex-rapper atual mamãe do ano, Nicki Minaj? Vamos orar para isso não acontecer, a Nicki merece esse dinheiro para fazer a festa de um ano da filha dela né gatinhas. 

BlackSwan – Goodbye RANIA (1st Full Album)

Tonight foi lançada lááá no comecinho de outubro, mas como to me sentindo caridosa e consciente, irei colocar ela aqui para que os nossos 10 leitores possam dar um stream de curiosidade para as gatinhas. O grupo BlackSwan debutou, isso mesmo, os dejetos do RaNia que até hoje está vivendo com o nome de um dos grupos que nunca nem teve um respiro sequer de relevância, com a música chamada Tonight. A faixa já tinha sido performada antes, e junto dela a DR MUSIC lançou um “””full album””” chamado GOODBYE RANIA kkkkkkkkk cheio de remixes do RaNia, vê se pode uma coisa dessas? Pois é, além de serem péssimos remixes, quem aguenta eles fingindo que tão ligando pro BlackSwan e realmente gastando precioso tempo e dinheiro deles – que eles não tem – para promover as crias do grupo? Tirando esse fator de tudo, Tonight é até aceitável. Se você não sabe sobre o RaNia, e agora entra a minha propaganda descarada, vai lá no nosso BAÚ DA KAHI e leia tudo sobre elas, você vai ver o histórico da DR MUSIC se aproveitando de pessoas negras pra gerar polêmica entre os sul-coreanos nacionalistas. E agora não poderia ser diferente, mas a integrante Fatou – não vou fazer piada podre com o nome, prometo! – já pisou na Alex ex-RaNia só pelo fato dela não ser NPC no grupo! Se vocês quiserem uma análise séria da música e do grupo, corre lá no blod do lado, MIOJO POP, porque aqui eu só tenho a dizer isso: a música é um pop decente que me lembrou as coisas que aconteciam em 2012 no K-pop, e o clipe é o melhor da carreira do RaNia, isso diz muito pelo fato delas nem serem o RaNia mais.

Refund Sisters – Don’t Touch Me

Aproveitando a relevância relâmpago da rapper JESI e da draga de cômoda HWASA, depois de ambas terem lançado hits virais na Coreia do Sul, as anciãs do K-pop Um Jung Hwa e Lee Hyori, através de um reality show, decidiram que seria uma ótima ideia lucrar dessa onda súbita das duas e criaram um girlgroup fictício, o REFUND SISTERS. Mais conhecida por massacrar o BLACKPINK tal qual alguns integrantes do Jesus Usava Chanel, Lee Hyori participou ativamente do conceito e dos backstages da música, agora fica uma pequena dúvida: era para zombar de girlgroups em geral fazendo do REFUND SISTERS um equivalente do Pânico na TV da Coreia do Sul, ou seria uma forma de mostrar que a terceira idade ainda pode ser ativa? O fato é que elas serviram uma latinidade envolvente, com um refrão chiclete, com umas pitadinhas de instrumentos vistos em músicas de reggaeton, já que agora a Hwasa não quer mais ser negra e sim abraçar suas raízes latina – o clipe rendeu até mesmo uma quarentona como a Lee Hyori aderindo a trend e-girl nas mechas do cabelo pra dar aquele edge né.

Ariana Grande – positions

Não, não odiamos a Ariana Grande. Até porque um terço dos integrantes desse site adoram deitar para a gatinha. Diferentemente dos boatos, não achamos o álbum positions uma compilação de toques de celular aglomerados. Eu por exemplo, achei um bom toque na discografia da gata que agora pode simplesmente fazer o que ela quiser, uma clara evolução do que ela mostrou com o sweetener, e se afastando um pouco dos traps – sem largar totalmente – do Thank U, Next. O novo álbum da gata está aprovado, mesmo sem a icônica tracklist que conteria my (pussy) hair, e f@gs (feat. doja cat), esperem um jesusfork em breve….

CL – HWA/5STAR

O clipe saiu em novembro mas a música saiu em outubro!!!

Bem no dia das bruxas, a ex-fodona da coreia e atual trapstar z-lister, CL, lançou o seu tão esperado comeback, debut solo alternativo, sei lá o que estão chamando isso, “+HWA+” que marca a volta dos batidões pra que a Coreia do Sul lembre que ela é aquela rapper “a melhor” do 2NE1. Mas o destaque óbvio vai para a música 5 STAR, que apesar da concordância inexistente, é diferente do que a trapstar lançou ao longo da sua carreira, com umas pitadinhas de r&b alternativo. 5 STAR obviamente é a melhor desses singles avulsos que ela lançou, mas sua fanbase de 10 fãs não vão assumir isso porque eles forçam essa personalidade fodona dela até hoje.

Lee Suhyun – Alien 

Você se lembra daquela garotinha do duo AKMU? Respire fundo antes de ver como ela está agora…A pequena cantora cresceu e lançou uma das melhores músicas do K-pop esse ano. E como perdemos o timing de fazer uma review mais detalhada, aqui viemos com ALIEN. O synth-pop gostosinho com elementos da música disco, bem trendy, criam uma atmosfera nostálgica para a faixa, com um refrão todo chiclete onde a pequena repete a palavra alien com um efeito de alteração da voz. Muito boa de se escutar, ALIEN, figura uma grande parte do meu coração quando o assunto são produções impecáveis do K-pop, ainda mais quando a voz suave da cantora está sempre presente, até mesmo fazendo alguns melismas que deixam tudo mais interessante. ALIEN é um dance-pop que sem dúvidas vai ficar grudado na sua cabeça, e o clipe faz um trabalho mais do que decente em emular os temas sci-fi oitentistas, e claro, a estética #fliperama que se une à uma animação incrivelmente criativa. Palmas pra pekena que nos serviu tudo, ainda com uma letra #empoderada e uma dancinha que é pra viralizar no tik tok da Coreia, ela fez para as e-girls e e-gays de todo mundo!

Little Mix – Sweet Melody

As quatro pérolas da rainha Elizabeth deixaram claro que são as fodonas em Sweet Melody. Sem aquele feminismo temático que já estava ficando mais do que vazio nas composições, a faixa co-escrita por Tayla Parx, o companheiro de longa data MNEK, e Kamille,  fala sobre um namoro com um rapaz de uma banda, que escrevia músicas sobre as meninas,e como essa pessoa traía elas – ou alguma delas. Depois de alguns erros com as músicas que foram lançadas antes, como Holiday que é um tanto chatinha, Sweet Melody nos lembra das fodonas do Glory Days. A faixa pop não destaca apenas os “du du duru du du” que elas fizeram pra provocar o BLACKPINK, mas também as vozes potentes que elas tem, chocando o MAMAMOO que tenta fazer isso até hoje com faixas dance – pois #amamos uma #rivalidadefeminina. Com um refrão poderoso e uma pitadinha de empoderamento na medida certa, o Little Mix lançou uma de suas melhores músicas desde um tempo, nos fazendo lembrar de lançamentos como Touch e Salute

Bom acho que por hoje tá ótimo né chaneleres, esquecemos alguma coisa? Sua fav não entrou na lista pela falta de relevância e talvez você nem percebeu isso? Bota aqui na nossa caixinha de comentários para que no mês que vem, o RADARJU2C volte com ainda mais crocâncias do mundinho musical. Mwah

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s