JU2C #7: A construção visual de mocinha na indústria musical

O que fazer quando você, uma artista anteriormente querida pelo público, deixou a sua reputação mais suja do que pau de galinheiro depois de um álbum de qualidade duvidosa? Uma limpeza de imagem musical, é claro! E é por isso que o sétimo episódio do podcast do JESUS USAVA CHANEL se trata de um longo estudo sobre a construção visual de mocinha na indústria da música pop, com uma discussão sobre artistas que mudaram seus direcionamentos musicais para reconquistarem o público – tudo com um selo Rafa Kalimann de qualidade! [TRIGGER WARNING] O episódio traz rápidas menções sobre assuntos densos como assédio e abuso sexual, então não clique em play caso esses sejam temas sensíveis para você.

Álbuns comentados:

  1. Taylor Swift: Reputation, Lover e Folklore
  2. Miley Cyrus: Bangerz, Miley Cyrus and Her Dead Petz, Younger Now
  3. Lady Gaga: ARTPOP, Cheek to Cheek e Joanne
  4. Madonna: Erotica, Bedtime Stories e Ray of Light
  5. CLC: Crystyle e FREE’SM
  6. Lee Hyori: Dark Angel, It’s Hyorish, H-Logic e Monochrome

Ouça também no Spotify!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s