Daisies prova que básico é com a Katy mesmo

Daí que na sexta-feira passada, a gestante e ocasionalmente cantora Katy Perry lançou uma nova música, Daisies, dito como o lead da nova era da Katy, após o lançamento de 3 canções que também foram ditas como leads, mas não tiveram a mesma magnitude e dimensão. Como Katy Perry foi tocada por Deus e está de barriga, é claro que estamos nos reservando no direito de não falar mal dela e de Daisies, para não ofender seus direitos como gestante. Segue a review SFG™ (safe for gestantes)

Em Daisies, a futura mamãe traz de volta o básico, que sempre esteve presente em toda a sua carreira, mas dessa vez em uma nova dimensão. Com uma mensagem (brega) de superação, Katy emociona o público, (tal qual uma manchete sensacionalista no horário nobre que envolve alguma tragédia), com uma linda história sobre como as pessoas jogaram bosta na cara dela e mesmo assim ela passou por cima de tudo isso. É em sua melodia que o básico se torna essencial, já que não há elementos de surpresa na música inteira! Você já sabe o que está por vir pois é uma música que você provavelmente já ouviu antes, mas com a diferença de que dessa vez é na voz de Katy Perry. E claro que a letra acaba sendo um espetáculo a parte, já que as metáforas (pobres) utilizadas seguem a mesma linha e mostram o talento da songwriter prenha. Mas é claro que o seu terceiro lead single da mesma era deveria ter um momento de ousadia, afinal ninguém aguenta mais os mesmos trejeitos da maria da paz norte-americana, o problema é que o refrão da música é total baseado nos gritinhos que alguma cantora power-house conseguiria atingir com maestria, mas como estamos falando da Katy Perry, o ponto alto da produção só a mostra com dificuldades de alcançar qualquer nota, perdendo o ar cada vez mais, e fazendo uma imitação digna de um paciente de COVID-19.

E como ela está grávida e não pode chocar com super produções de CGI, peitos pirotécnicos, perucas azuis ou remixes com rappers, ela resolveu adotar a única técnica de sua carreira (que não envolve contratar uma confeitaria) que daria certo de novo nessa nova era clean: os peitos que jorram leite do grande hit California Gurls. Afinal, Katy Perry está grávida e quer realmente mostrar para o mundo o quão grávida ela está e nada mais justo do que compartilhar com todo o mundo sua gravidez.

É dessa ideia que vem o clipe, gravado no quintal de sua casa com a ajuda da câmera frontal de um Samsung e o filtro de margarina da primeira temporada de RuPaul, que acrescenta ainda mais nesse compartilhamento de sua gestação com o público. Em um jardim de margaridas, pois sua música se chama Daisies, que do inglês traduz para margaridas, Katy brinca com as flores, já que a letra toda é uma metáfora para sua carreira (ter ido pra vala) e mesmo assim ela diz que não liga para tudo isso, mesmo tendo lançado kits COVID-19 para o futuro álbum e estar forçando um novo lead depois de 3 tentativas que nem chegaram no HOT100 da Billboard. Não! O que importa aqui é a música. E sua gravidez. Afinal, ela está gravida. Orgânico e natural como sucos Maratá, Katy Perry, vestida de branco, parecendo que está num comercial de detergente, encanta o público com sua gravidez em seu clipe básico, pois o minimalismo é essencial para que foquem na mensagem do clipe.

A era finalmente começou e estamos muito ansiosos para o que vai vir a seguir. Será que a buchuda conseguirá superar Daisies? Apenas o futuro nos dirá.

0 Comments

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s