TOP 5: Séries com o final melhor que 'Game Of Thrones'

Duas semanas depois do final da série “Game Of Thrones” da HBO, ainda vemos muitos fãs e empresas passando a mão na cabeça dos escritores que não souberam conduzir esse desastre de temporada. A série que demorou oito anos para acabar, nos entregou um final bastante ‘underwhelming’, com morte de mulheres poderosas que realmente agradavam a maior parte dos fãs – afinal, um dos enredos principais era o embate entre essas duas – e a posição de Jon Snow como o “grande salvador da pátria”.

Depois de várias petições e indignações com a bagunça que os irmãos D&D fizeram na série, várias empresas e produtores de conteúdos sentiram a necessidade de se pronunciar lançando a pergunta: “qual série consegue um final proveitoso?”. E para essa pergunta, o JWC tem a resposta. Por isso, sentimentos a mesma necessidade de mostrar que não apenas o enredo de “Game Of Thrones” estava todo perdido, mas também como existem outras séries que tiveram um final extremamente proveitoso. Vamos lá!

AVATAR: A LENDA DE AANG

Animação 2d da Nickelodeon, “Avatar” realmente carregou uma legião de fãs consigo e formou o caráter de muitos adolescentes. Ok, você pode até pensar que por ser uma animação e por isso é muito mais fácil para os produtores. Mas a verdade é que “A Lenda de Aang” entregava de tudo um pouco. Nessa primeira versão da série temos personagens marcantes, mulheres poderosas, as guerras travadas entre reinos distantes que só se encontravam para guerrear e um garoto que precisava cumprir a sua profecia se tornando o “Avatar”, lembra alguma coisa? O final da série não só preservou os personagens, como também entregou narrativas ótimas de redenção para vilões que eram amados por todos. Não precisa só matar eles, viu D&D?

TOMA LÁ DÁ CÁ

A série de comédia da TV Globo arrebatou vários telespectadores para a sala na terça-feira prestigiar mais um episódio da obra de arte perfeita que eles fizeram. E o final foi tão perfeito quanto. Foram 3 temporadas excelentes que tiveram um encerramento extravagante e surreal que combinava perfeitamente com a doideira que era essa série. O final consistia em uma nave alien chegando para resgatar os moradores do Jambalaia – condomínio em que as famílias moravam – para um outro país.

ORPHAN BLACK

Estreando em 2011 na BBC, a série teve cinco temporadas e não deixou a desejar no seu final, mesmo que tenha dado suas derrapadas ao longo de sua duração. Com personagens que também eram adorados pelo seu público alvo, mas que faziam coisas moralmente erradas, os escritores decidiram as redenções muito bem escritas e o final que cada um mereceu. Não choca por ser uma das melhores séries até hoje.

PENNY DREADFUL

Começando sua jornada conturbada em 2014, “Penny Dreadful” protagonizada por Eva Green, a série não tinha sido planejada exatamente para três temporadas. Com elementos de fantasia, personagens complexos e uma mitologia bastante vasta, infelizmente ela foi cancelada em sua terceira temporada. Mas nem isso parou “Penny Dreadful” de ser um grande sucesso qualitativo. Os enredos foram bem enrolados, infelizmente algumas mortes aconteceram com personagens queridos, mas nada que não tivesse um peso emocional e uma explicação consistente da narrativa.

SEX AND THE CITY

Em 1998 quando ninguém ainda colocava fé na HBO, uma série de quatro mulheres empoderadas de Nova Iorque salvou a empresa com suas narrativas mirabolantes que envolviam sexo e a própria cidade. Acompanhamos o grupo até 2004, quando seu último episódio foi ao ar mostrando o quanto essas personagens tinham crescido. Miranda, Carrie, Samantha e Charlotte eram figuras marcantes que carregavam as narrativas cruzadas da série e não deixavam a desejar na complexidade, e profundidade, de suas histórias. O final da série girou em torno de um triângulo amoroso que foi construído desde a terceira temporada, e ninguém teve que morrer aqui.