bibliopoc #4: O universo sombrio de Objetos Cortantes

Se o nome Gillian Flynn é familiar, o teor da obra não ser leve já é fato consumado. Em Objetos Cortantes esse fato se põe à prova. Os personagens, as relações, os cenários e os flashbacks, nada entre as 254 páginas – a estreia da autora -, vai ser leve para a mente do leitor. Afinal, Gillian nunca prometeu isso em suas obras. Mas se há algo que a autora consegue entregar essa é a complexidade de suas narrativas.

A protagonista de Objetos Cortantes Camille Preaker – tinha apenas treze anos quando sua irmã morreu e alimentada pela perda de uma parte importante de sua vida – entre outras coisas claro -, dedicou sua adolescência à cobrir o seu corpo com palavras que eram cravadas à sua pele. Anos depois, Camille, uma jornalista que faz de tudo para ter seu nome reconhecido na profissão e também alcoólatra, volta ao lugar que lhe arruinou para investigar o assassinato macabro de duas meninas que tiveram seus dentes arrancados.

Obrigada a socializar com o mesmo ambiente que a destruiu, Camille tenta se reintegrar na vida da mãe, que a rejeita fortemente, e com a irmã mais nova extremamente problemática. Porém, sua mãe faz de tudo para dificultar o trabalho da nossa heroína, dizendo que a jornalista estaria se aproveitando da vulnerabilidade da família das vítimas, e pela personagem ir cada vez mais fundo nessas brechas, ela descobre que essa pequena cidade reserva segredos mais grandiosos que sua população. E cada problema de Camille intensifica ao passo que ela se aprofunda ainda mais em conseguir uma matéria.

Objetos Cortantes é a primeira obra de Gillian Flynn. Com a acidez típica da autora e o talento em que ela mostra ao abordar temas complexos, Gillian, nos envolve em um thriller – que mesmo previsível algumas vezes – de qualidade, nos deixando com quase nada para criticar.

Sombrio em alguns momentos, o livro nos faz torcer por Camille Preaker imersa em um ambiente onde nem uma vez recebeu o amor que toda filha merecia de sua mãe. Mesmo independente e morando em outra cidade, no momento em que a personagem volta à sua cidade natal, a hierarquia de sua mãe e o poder coercitivo que a pertence desaba sobre a jornalista. A partir desse momento, Camille é imersa em águas passadas até o final, encontrando dificuldade para investigar e reportar a matéria de duas meninas mortas, que acaba tomando maiores proporções.

A escrita da autora não deixa a desejar em nenhum momento quando o assunto são personagens. O ritmo e a fluidez do livro foram excelentes em todos os momentos. Não haverá um dia em que o leitor vai conseguir desgrudar ou tirar os acontecimentos da sua cabeça. Gillian Flynn vai cavar até o último buraco da sua mente para plantar uma suspeita nova sobre os eventos do livro.

Atualmente uma série da HBO, Objetos Cortantes serve como fonte de uma adaptação que parece estar conseguindo alcançar o nível qualitativo que o livro teve. Com apenas 3 episódios conseguimos ver uma Camille bem trabalhada, com todos os seus problemas e o terror atmosférico, psicológico, que a obra conseguiu passar com apenas uma lida. Uma cidade pequena que guarda segredos e situações atordoantes demais para serem reais.

Mas saiba de uma coisa: ao começar essa história não espere por finais felizes ou acontecimentos simples. Objetos Cortantes é um livro sujo e sombrio em muitos momentos. Um livro que pega figuras femininas e vira todas as expectativas que temos para elas. Uma história que vai ficar marcada na sua cabeça e que com certeza vale a pena a leitura.

#objetoscortantes #sharpobjects #gillianflynn #bibliopoc #livros #resenha #matéria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s