Ru-cap: Rupaul's Drag Race S10E02 "A cura para a Fibromialgia"

Olá little cracudas que ainda não desistiram dessa temporada do Drag Race logo no segundo episódio como quase aconteceu com esse blog /o/ Depois do booom da semana passada, estamos de volta com mais um rucap atrasadíssimo e que por pouco não sai no dia de exibição do próximo episódio =) Sim, em 2 míseros episódios essa season já ficou MUITO RUIM, mas ainda temos mais milhares de brigas e confusões roteirizadíssimas pela produção para serem reveladas em capítulos futuros, então não perderemos a nossa força de vontade em consumir reality show trash e iremos em frente com nosso papel social que é trazer semanalmente esse cantinho do amargor para vocês ❤ Vamos lá?

O programa começa recapitulando uma das cenas mais bizarras do episódio anterior e que conseguiu render um meme forçadíssimo pela própria RuPaul no intuito desesperado de viralizar ainda mais seu reality de corrida das loucas. Sim, estamos falando da Vanessa Vanjie Mateo que ficou repetindo “miss vanjieeeee” aleatoriamente ao ser eliminada. O impacto de ser a primeira das transformista a ir pra casa foi tão grande na gata que ela perdeu totalmente seu poder cognitivo e passou a conseguir se comunicar apenas usando o seu próprio nome, que nem um Pokemon *o* Mas bem, se você é realmente inteirado na comunidade Drag Race deve estar saturadíssimo desse *meme*, então vamos ao que realmente interessa nesse episódio tortuoso.

O grande drama da season foi delineado ainda na semana passada: Aquaria e Miz Cracker eram bffs s2, mas agora Aquaria acusa a Miz Palmita de roubar descaradamente seus looks e maquiagem ou whatever. Isso foi explorado intensamente no Untucked passado, onde Aquaria e The Vixen aproveitam o tempo livre e o teor duvidoso de álcool dos Kissucos oferecidos pela produção pra destilar ódio contra a branquela copycat =] Tudo isso é trazido à tona agora que as gatinhas voltaram da eliminação, sendo que a safadíssima Aquaria nega na cara de pau ter começado o assunto e é massacrada pela amarga The Vixen, que expõe Aquariânus em frente a todo o cast do reality o/ A sede do programa por um barraco logo no início é tão grande que tudo soa artificial e milimetricamente roteirizado, com a única parte realmente espontânea dessa sequência sendo Monét X Change sob efeito de crack dizendo que devia ganhar o desafio anterior com AQUELE VESTIDO DE ESPONJA DE LAVAR LOUÇA!!! Delusion: convince yourself.

Esse é um episódio especial pois claramente foi inspirado no impacto que Lady Gagagagagag causou no programa desde sua aparição na season 9: temos referências sutis aqui sobre as minúcias de sua ❤ carreira musical ❤ primeiramente o minichallenge é claramente inspirado no Joanne, com as gatinhas fazendo uma caracterização country e se jogando em uma competição de dança da roça QUE NÃO FAZ O. MENOR. SENTIDO. e ainda culmina num vergonhosíssimo bailão sertanejo ao som do que deve ser (????) uma música country (???) da RuPaul. A única coisa decentemente positiva aqui é a aparição do vesguíssimo Andy Cohen, que é alguma personalidade homossexual da mídia americana cujo nome nunca ouvi falar mas desde esse episódio eu nutro SENTIMENTOS.

O segundo aspecto gagaísta do episódio é o desafio principal: um podríssimo musical sobre a indústria farmacêutica (sim, literalmente isso), que eu prefiro imaginar ter raízes em toda a discussão que Lady Gaga trouxe ao mundo mainstream sobre ela conseguir abarcar em seu corpo simplesmente todas as doenças do mundo *o* Já o terceiro aspecto gagaísta é só o fato do episódio ser tão ruim que lembra diretamente o estado atual da carreira dessa mulher mesmo. Com Vixen e Azzzia O’Hara ganhando o bailão sertanejo, elas viram capitães de seus respectivos times no desafio e escolhem as outras gatinhas para integrar seu grupo de batalha – onde Eureka é a única indesejada que não é escolhida por ninguém, mas por esse motivo a gata plus size pôde escolher sozinha um grupo e acaba entrando no time de Asia, o que deixa a capitã claramente puta pois ela acha que Eurekão é uma chata que fala e chora demais e sinceramente ela não tá errada =)

[Assim como Lady Gaga esfolou o quadril repetidas vezes, Asia secretamente torce para Eureka quebrar seu joelho novamente]

Na preparação para o desafio não temos nada demais além da aparição de Alyssão Edwards como coach, que substitui o saturadíssimo Todrick Hall e ao menos traz um gás novo e tons de esquizofrenia para esse seguimento de ensaios do programa. Alyssa prontamente já desistiu de se comunicar de forma normal, tendo sua fala completamente substituída pela evoluidíssima linguagem do tongue pop.

A twink da 13º camada do inferno Blair St Clair passa dificuldades no ensaio porque ela é uma puta da Broadway que NÃO SABE DANÇAR. Além de ter aerodinamicíssimas pernas zambetas e que tremem quando a quenga dá um mínimo passo. Outra referência para o estado fraco dos ossos de Lady Gaga devido ao Lúpus, óbvio.

Como dificilmente vou tornar a falar da Blair nesse ru-cap pois ela não fez grandes coisas no episódio, aproveito aleatoriamente esse espaço para divulgar a suculentíssima foto de prisão da gata que saiu umas semanas atrás o/ Sim, ela tem tipo 12 anos e já foi presa por ser uma vagabunda que dirige bêbada ao som de Charli XCX e mata diversos pedestres pelo caminho.

UNSETTLING.

A preparação para o desafio é muuuito sem graça e aqui só temos a continuação da seção mais chata do programa que vem se arrastando desde a season 9 e ninguém aguenta: temáticas sociais sendo exploradas rasamente na workroom. Dessa vez Kaloriezão Karbdashian conta sua tortuosa história de vida como plus size sofredora e explica um pouco como descobriu o poder de seu próprio cu – que é o elemento principal de sua arte drag.

O musical que compõe o desafio principal começa e… é um saco. O time The Vixen vai muito bem obrigado, enquanto no time Asia O’Hara só temos como destaque Yuhua Hamasaki interpretando estereótipos básicos de mulher asiática que só uma drag asiática conseguiria fazer (e dando continuidade ao único legado de Manila Luzon no programa <3). Não, sério, o musical não tem nenhum momento interessante mesmo e algumas piadas até que eram legais, mas foram enterradas por esse tema whatever de indústria farmacêutica (e nem as claras referências às esquetes de atuação da Blue Space salvaram o negócio de ser um desastre).

Na runway o tema é “best drag”, onde as putas vão com as roupas mais básicas que conseguiram achar por aí. O único destaque real é para este look incrível de Miz Palmito que evoca todo um revival inesperado de Cavaleiros do Zodíaco e traz uma belíssima peruca onde provavelmente foi escondida uma tv de tela plana durante a visita da drag a alguma loja das Casas Bahia.

O time The Vixen ganha o desafio e a própria Vixen é a campeã do rolê todo – o que é um horror porque agora a safada, que já era uma espírito de porco proto-barraqueira, vai ficar extremamente soberba e chata nos próximos episódios e já podemos esperar mais 45 storylines de brigas forçadas vindo como uma avalanche. Além disso, a vitória da gata faz com que o look horroroso de básico dela seja total e injustamente relevado enquanto garotas do outro time que nem pecaram tanto assim no visual tomam no cu com críticas exageradamente pesadas =]

Claro que as futuras brigas envolvendo a The Vixen já são devidamente indicadas subliminarmente nessa sequência aqui que expressa toda a desaprovação de Aquariânus e zzz:

A dupla plus size é escolhida como a pior da semana, visto seus desempenhos péssimos no desafio e looks ofensivos na runway. Com um lip sync de mais uma música antiga destinada diretamente para o público cacura, Kalorie se vê impossibilitada de usar seus dotes anais e movimentar seu cu vertiginosamente até hipnotizar os jurados, e então acaba perdendo para Eureka que só falta se estrepar em uma dublagem tão EXTRA quanto ela.

Como eu havia dito no ru-cap anterior, É CLARO que Kaloriezão não ia durar no programa. Ela não é uma drag polida, com um estilo bem definido e muito menos com peito (ou cu no caso) pra competir com um cast tão diversificado. Prova disso é que a gata havia vencido a Miss Vanjie no lip sync passado, mas quem é que ficou na boca do povão mesmo? =] E sim, dessa vez não tivemos uma frase engraçadamente awkward, então vai ficar difícil pra Rupaul conseguir milkar algum meme desse episódio horrendo ❤


DESAQUENDADA

Vamos de Untucked? Team Vixen volta vitorioso pro backstage e todas suspiram aliviadas por terem escapado de receber críticas >>DA PORRA DA HALSEY<< no palco principal. Aí temos draminha básico 101 de Untucked de sempre, comparações de desempenho entre times e desempenhos individuais, pipipipópópó, Vixen em constante e visível incômodo pela existência de Aquariânus, e. muito. mais. dramas. imperdíveis. zzzzzz A equipe perdedora logo chega e somos forçados a engolir salgadas lágrimas do possível Bottom 2. Eureka continua tendo uma das personalidades mais invasivas e excessivas dentre 1000000 drags que já passaram por esse programa, Kalorie chorando tá a cara da Marília Mendonça cantando seu modão sobre a decadência da monogamia entre heterossexuais ou whatever, ETCCCC. É sério, tivemos 12 minutos só disso. Depois disso, só prega triste de vida de Moniquezão, e sei lá mais o quê porra @_@ Que difícil escrever sobre o nada, especialmente quando esse nada é realmente NADA. NADA ACONTECEU NESSE UNTUCKED NADAAAAHHHRGHHJKKKJDFEHDJSJD COLOQUEM MAIS ÁLCOOL NOS DRINKS DESSAS SAFADAS

Por fim, esse episódio + Untucked são ótimos exemplos da hiper-saturação do formato. A resposta da RuPaul velha mercenária às pocs ao redor do mundo por mais tempo de Drag Race na TV talvez tenha vindo tarde demais, quando nem mesmo o próprio cast da temporada parece ter o pique pra render bons momentos televisivos. Tudo ainda tá muito lowkey e massante, especialmente depois do desgosto que o “All Stars 3” deixou. Muitas são as questões deixadas no ar pela chatice of it all. Há esperanças? Miz Cracker será capaz de carregar essa temporada toda nas costas? Aquaria deixará de ser uma safada bonita odiável para tornar-se Top 3 Material? Yuhua Hamasaki homenageará a sua ídola Ayumi Hamasaki de alguma maneira e fará seus oito fãs restantes pirar no Twitter? Até quando Kim Chi continuará panfletando LOONA exaustivamente nas redes sociais? Então fica aqui a esperança de que essa merda dê uma melhorada quando sobrar só as mais fia mais tabacudas desse ano mesmo. o

E é isso garotas. Esse episódio foi muito consistente em nos jogar um balde de merda na cara, porque todos os momentos foram MUITO RUINS, mas somos perseverantes e estaremos aqui na próxima semana, de preferência recapeando essa marmotagem sem grandes atrasos como rolou dessa vez. Não se esqueçam de dar like na nossa pagininha no facebook e nos seguir no twitter. BJORKS.